fbpx
El poble de Balsareny recorda el llegat de Casaldàliga

Balsareny interpela o legado de Pedro Casaldáliga pelos Direitos Humanos

13 dez, 2021

A cidade da Catalunha onde Pedro Casaldáliga nasceu mergulha no seu legado com um projeto escolar e uma matiné para recordar a luta do bispo e encorajar as pessoas a seguir o seu testemunho.

 

Desta vez, a Fundação Pedro Casaldáliga e as organizações sociais e educativas da cidade organizaram dois eventos populares para aproximar a figura do bispo dos cidadãos e para aprender mais sobre o seu trabalho na América Latina.

 

Uma actividade escolar para aprofundar o conhecimento do trabalho específico de Casaldáliga

 

Na sexta-feira 3 de dezembro, a Escola Guillem organizou uma palestra da brasileira Zilda Martins, colaboradora da Fundação Pedro Casaldáliga, nascida no Araguaia e responsável pelo Arquivo do Bispo entre 2014 e 2017.

 

L'Escola Guillem de Balsareny aprofundeix en la figura i el llegat del Bisbe Pere Casaldàliga

Os alunos e as alunas da Escola Guillem de Balsareny mergulham na figura e no legado do Bispo Pedro Casaldáliga.

 

As crianças da 4ª ESO estiveram muito ativas e interessadas, fazendo muitas perguntas e querendo saber muitas coisas sobre a vida do bispo e da região onde ele viveu durante mais de 50 anos.

 

Zilda explicou como era Pedro Casaldáliga, como ele agiu diante das dificuldades e o que fazia diariamente. Conseguiu também aproximar os estudantes da realidade de São Félix do Araguaia, sensibilizando-os para as dificuldades em termos de educação e saúde que ainda existem naquela região da Amazônia.

 

As crianças da 4ª ESO estiveram muito ativas e interessadas, fazendo muitas perguntas e querendo saber muitas coisas sobre a vida do bispo e a região onde viveu durante mais de 50 anos.

 

Uma matinê popular para manter viva a luta de Casaldáliga

 

Posteriormente, na quarta-feira 8 de Dezembro, dois dias antes da comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos, mais de 100 pessoas participaram na matinê organizada para recordar a figura do bispo e interpelar à sociedade para a continuidade de suas causas.

 

Mural a favor dels drets humans que es va pintar ahir al matí i que després es va penjar al campanar

Um mural a favor dos direitos humanos foi pintado e depois pendurado na fachada da Igreja da cidade.

 

Como explica Queralt Casals, do jornal Regió7, :

 

As causas de Casaldáliga e o seu legado foram explicados também na palestra conjunta entre o ativista social e jornalista David Fernández e o membro da Fundação Pedro Casaldáliga Raul Vico, que falou sobre a figura do homem que foi e continua a ser um símbolo da luta para combater as desigualdades sociais.

 

O nome de Pedro Casaldáliga, que morreu em agosto do ano passado, está intrinsecamente ligado à luta pelos direitos humanos. O bispo de Balsareny dedicou a sua vida a trabalhar pelos direitos dos camponeses e dos Povos Indígenas da Amazônia brasileira. A sua cidade natal quis retomar o seu testemunho universal ontem, numa manhã organizada pela Fundação Pedro Casaldáliga, o Círculo Cultural de Balsareny e o Centro Instrutivo e Recreativo, que teve lugar no Casino [Centro Social] da cidade. O dia começou com um café popular, cujas receitas foram doadas aos projetos de solidariedade da Fundação, e todas as crianças que desejaram puderam colorir um mural a favor dos direitos humanos que foi pendurado na torre do sino da igreja.

 

David Fernández i Raul Vico en un moment de la xerrada

David Fernández ye Raul Vico em um momento da palestra

 

Casaldáliga hoje, na véspera da celebração do Dia Mundial dos Direitos Humanos 2021, é a melhor emenda ao mundo injusto do nosso tempo e ao mesmo tempo o melhor antídoto para a pior versão de nós mesmos.

David Fernàndez

 

O ponto alto da manhã veio com a palestra. Por seu lado, David Fernández, que reconheceu que “nunca conheci Casaldáliga, mas é como se sempre o tivesse conhecido”, definiu-o como “uma referência de que as coisas podem ser feitas de forma diferente“. O activista social garantiu que “Casaldáliga hoje, na véspera da celebração do Dia Mundial dos Direitos Humanos 2021, é a melhor emenda ao mundo injusto do nosso tempo e ao mesmo tempo o melhor antídoto contra a pior versão de nós mesmos”. Na mesma linha, o antigo deputado da CUP acrescentou que “Pedro é hoje, felizmente, o nosso outro mundo possível e a nossa utopia necessária e praticável contra todos os tiranos e ladrões” e apelou ao empenho nas suas causas “que no final são todas as causas do mundo que têm algo a ver com a dignidade humana”.

 

Els actes van ser organitzats per la Fundació Pere Casaldàliga, el Cercle Cultural de Balsareny i el Centre Instructiu i Recreatiu, i van tenir lloc al Casino

Os atos foram organizados pela Fundação Pedro Casaldáliga, o Círculo Cultural de Balsareny e o Centro Instructivo e Recreativo, e tiveram lugar no Casino [Centro Social] de Balsareny.

Casaldáliga não foi o bispo dos pobres, foi o bispo da subversão. Ele virou a sociedade do Araguaia, o poder político e a ditadura brasileira de cabeça para baixo e construiu uma nova sociedade.

Raul Vico

 

Por sua vez, Raul Vico, que conhecia de perto Casaldáliga, com quem trabalhou ativamente em São Félix do Araguaia, contextualizou o trabalho do bispo em defesa dos povos indígenas. Na sua opinião, “ele não era o bispo dos pobres, era o bispo da subversão. O bispo que virou a sociedade do Araguaia, o poder político e a ditadura brasileira de cabeça para baixo e construiu uma nova sociedade”.

 

Balsareny tem muito mais do que um bispo. Tem uma pessoa à frente do seu tempo.

Raul Vico

 

Por todas estas razões, o também colaborador da ONG brasileira ANSA disse que “Balsareny tem muito mais do que um bispo. Tem uma pessoa à frente do seu tempo que percebeu com a sua visão profética quais eram as lutas essenciais para nos tornar mais humanos individualmente e como sociedade“. Por esta razão, encorajou os presentes a “olhar com mais profundidade a dimensão da figura do bispo” e “manter limpo o caminho que ele abriu”.

ASSINE O BOLETIM

Conheça Pedro Casaldáliga
e as suas Causas

.

AS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Ainda tem os pobres e Deus

Ainda tem os pobres e Deus

facebooktwitteryoutubeEm uma de suas últimas manifestações, Pedro Casaldáliga nos convocava a optarmos verdadeiramente pelos pobres”. Mas, sabemos o que isso realmente significa? Ele mesmo explicava.5 de dezembro de 2021As causas de Pedro CasaldáligaA Opção pelos...

ler mais

Pin It on Pinterest