fbpx

Aos 30 dias do falecimento de Pedro Casaldáliga

8 set, 2020 | A vida de Pedro Casaldáliga

Hoje, faz um mês que o Tio Pedro faleceu.

Não foi uma morte violenta ou repentina, como talvez ele tivesse imaginado, mas isso não a faz menos triste.

Sinto tristeza, vazio, orfandade que com o passar dos dias, e com um pouco mais de calma, depois de alguns dias intensos: de preocupação primeiro, e de mensagens e homenagens depois, torna-se cada vez mais intenso.

No entanto, ao mesmo tempo, se faz mais forte também o sentimento de alegria e de gratidão porque, como diz meu bom amigo David Fernández, “o milagre é que ele tenha vivido” e que a gente possa ter acompanhado, mesmo de longe, essa vida tão radical, coerente e completa…
Tanto no nível individual quanto da Associação Araguaia com o Bispo Casaldáliga, sinto que agora temos a responsabilidade e o compromisso de continuar apoiando as Causas que permanecem e estão mais vivas do que nunca. Com a certeza de que ele ainda é a luz que irá nos acompanhar para sempre nesta “caminhada” com Esperança.
Glòria Casaldàliga
Pere Casaldàliga amb Maritxu Ayuso a casa seva a São Félix do Araguaia
Hoje faz 30 dias desde a tua Páscoa, querido Pedro, e ainda estou em orfandade.

Mas lentamente, a tua Esperança aconchega este vazio.
A tua pegada será luz no mais profundo da minha vida.
As tuas sandálias já estão consagrando nosso caminho, a luta e a Utopia por um mundo mais justo.

Obrigado, São Pedro do Araguaia!!!

Maritxu Ayuso

Zilda Martins amb en Pere Casaldàliga a São Félix
Pedro foi um grande profeta do povo, um poeta sensível e profundo, mas acima de tudo, para mim, foi uma pessoa muito divertida, humilde, risonha e simples, que sempre me tratou muito bem e me incentivou a fazer meu trabalho no Arquivo da Prelazia de São Félix.

Hoje, sinto falta de sua presença. Me sinto um pouco mais “perdida” diante das dificuldades. Mas, vou tentar colocar em prática tudo o que ele me ensinou. Sei que é difícil e que somente pessoas com a coragem e a fé de Pedro podem alcançá-lo como ele, mas tenho certeza de que ele continuará a me encorajar e a me dar forças.

Zilda Martins

ASSINE O BOLETIM

Conheça Pedro Casaldáliga
e as suas Causas

.

AS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

30 de julho, chegamos a um outro mundo

30 de julho, chegamos a um outro mundo

Casaldáliga chegou à Amazônia brasileira em 30 de julho de 1968. Ele nunca mais voltou para a Catalunha. Este é um fragmento de seu testemunho escrito por ele mesmo e algumas das primeiras imagens que temos de sua chegada à região do Araguaia.

ler mais
A minha espiritualidade

A minha espiritualidade

A espiritualidade que Casaldáliga viveu pode nos ajudar a construir a nossa. Um texto delicado e precioso em que Pedro nos explica “onde tropecei” e partilha connosco as “alegrias e descobertas” da sua espiritualidade.

ler mais
As nossas causas de cada dia

As nossas causas de cada dia

Estas são as 4 “causas do dia a dia” que Pedro Casaldáliga nos chamou a assumir pessoalmente em nossas vidas. Se «as nossas causas valem mais do que nossas vidas», precisamos aprofundar nelas e torná-las nossas, todos os dias.

ler mais

Pin It on Pinterest